Image by Fusion Medical Animation

CORONAVÍRUS

Os coronavírus são uma grande família de vírus comuns em muitas espécies diferentes de animais, incluindo camelos, gado, gatos e morcegos. Raramente, os coronavírus que infectam animais podem infectar pessoas, como exemplo do MERS-CoV e SARS-CoV. Recentemente, em dezembro de 2019, houve a transmissão de um novo coronavírus (SARS-CoV-2), o qual foi identificado em Wuhan na China e causou a COVID-19, sendo em seguida disseminada e transmitida pessoa a pessoa.

A COVID-19 é uma doença causada pelo coronavírus, denominado SARS-CoV-2, que apresenta um espectro clínico variando de infecções assintomáticas a quadros graves. De acordo com a Organização Mundial de Saúde, a maioria (cerca de 80%) dos pacientes com COVID-19 podem ser assintomáticos ou oligossintomáticos (poucos sintomas), e aproximadamente 20% dos casos detectados requer atendimento hospitalar por apresentarem dificuldade respiratória, dos quais aproximadamente 5% podem necessitar de suporte ventilatório.

Testes COVID-19

Testes para COVID-19

RT/PCR para

SARS-CoV-2

Principal objetivo é colher uma amostra das secreções respiratórias do paciente e posteriormente identificar a presença do vírus, através da presença de material genético viral.

Coleta - amostra do paciente, por meio de um swab nasal/nasofaringe (isto é, cotonetes estéreis colocados no fundo do nariz). 

Fase para realizar o teste – a realização do PCR-RT é indicado preferencialmente após o 1°dia de sintomas da doença, podendo se estender até o 10º dia. 

RT-PCR para SARS-CoV-2 em SALIVA

Principal vantagem é a facilidade da coleta.

 

A sensibilidade geral é de 78%, variando nos 7 primeiros dias de sintomas entre 84-92% em comparação com o RT-PCR de nasofaringe.

Pesquisa do Antígeno de SARS-CoV-2

Principal vantagem é apresentar resultados rápidos e com custo mais baixo.

 

Se realizado na primeira semana de sintomas (idealmente primeiros dias), a sensibilidade alcança 90%, comparada ao RT-PCR de nasofaringe.

Pesquisa do Antígeno de SARS-CoV-2

Principal vantagem é apresentar resultados rápidos e com custo mais baixo.

 

Se realizado na primeira semana de sintomas (idealmente primeiros dias), a sensibilidade alcança 90%, comparada ao RT-PCR de nasofaringe.

Sorologia para

SARS-CoV-2

As sorologias para COVID-19 são testes que detectam no sangue do indivíduo a presença de anticorpos da classe IgM, IgA ou IgG contra proteínas do vírus SARS-CoV-2.

Indicado a partir do 14°dia de sintomas ou se suspeita que houve contato com o vírus a mais de 14 dias.

Sorologia Anticorpos neutralizantes

São anticorpos que inibem a ação do vírus por impedirem a sua entrada no organismo, evitando, assim, a replicação viral e o adoecimento.

 

A sorologia de anticorpos neutralizantes verifica a presença de anticorpos com capacidade de neutralização do SARS-CoV-2.

A produção desse tipo de anticorpos pode ocorrer após infecção natural pelo SARS-CoV-2 ou após a vacinação contra COVID-19.

Indicado a partir do 14°dia de sintomas ou se suspeita que houve contato com o vírus a mais de 14 dias.

CORONAVÍRUS SUS

Fique informado

Faça uma auto-avaliação da sua saúde, acompanhe dicas oficiais do Ministério da Saúde, últimas notícias e encontre unidades de saúde próximas.

img-cel-app.png